Estradas de plástico, será possível?

Sustentabilidade é a palavra do momento. É cada vez mais comum encontrarmos projetos criados em torno da reciclagem e do reaproveitamento.

A Organização das Nações Unidas (ONU) tem vindo a alertar para a poluição dos plásticos no planeta, principalmente no oceano onde as variedades de plásticos aumentam cada vez mais. 

Uma das formas para a reutilização do plástico é o aproveitamento desta matéria-prima na reparação das estradas, reutilizando os plásticos descartados para consertar o piso danificado ou podendo mesmo transformá-lo por completo em estradas, reduzindo assim significativamente o impacto ambiental.

Este reaproveitamento já é feito na Índia onde o plástico é usado para a construção de estradas desde o início deste século, tendo sido verificado o aumento da durabilidade das estradas.

Os benefícios desta inovação são os seguintes:
1. Requer menos manutenção do que o asfalto comum;
2. Pode aguentar grandes variações de temperatura, entre -40ºC e 80ºC;
3. O seu processo de instalação e funcionamento é mais simples, visto que são mais leves e fáceis de transportar;
4. Podem ser ocas, facilitando a passagem de cabos e canos por dentro delas.

Este processo de reutilização do plástico vem resolver dois problemas cruciais: a acumulação de lixo e a má qualidade das estradas. 

A reforçar estes argumentos temos a durabilidade do plástico, que pode demorar até 450 anos para se decompor.

x
Este website usa cookies. Mais informações. Ok